quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

DESLUMBRAMENTO




É amor ? Não sei. Esta intranquilidade,
Este goso na dor, esta alegria
Triste que vem de manso e que invade a alma
Enchendo-a e tornando-a mais vazia;

Este cansaço extremo, esta saudade
De uma cousa que falta á vida ...
O dia sem sol, as noites ermas, a ansiedade
Que exalta e a solidão que anestesia,

É amor.Egoísmo de sofrer sozinho
De as penas esconder do humano açoite
De transformar as pedras do caminho.

Em carícias sutis para colhê-las
E andar como um sonâmbulo, na noite,
Escancarando os olhos às estrelas ...


Olegário Mariano

5 comentários:

Anastácio Soberbo disse...

Olá Neide
Muito bonito, agora que estou de partida para o emprego, nada melhor que isto para mais tarde me lembrar.
Um Kiss bigggggggg.

obs: Eiii, quando cola meu selo no seu blogue? Ih ih ih ih, não me quer como amigo, ih ih ih ih...
Beijinhos

Suspiros do Silêncio disse...

Olá! Tem um meme para vc no meu blog, fique a vontade para participar ou não. Beijos.

manzas disse...

Bonito poema este...

Passei para lhe desejar um resto de uma boa semana…

O abraço…

Anastácio Soberbo disse...

Olá Neide
Venho desejar-lhe um bom fim de semana e como sempre agradecer suas lindas palavras, obrigado.
Beijinhos

Serena Flor disse...

Olá minha amiga,
que lindo poema...amei!
Depois passa lá pra pegar uns selinhos pro teu blog ok?
Beijinhos e bom fim de semana pra você minha querida!