quinta-feira, 13 de agosto de 2009

TE AMAR . . . UMA DELICIOSA LOUCURA



Ah, essa loucura que é amar!

Desejar teus braços
Teus beijos, teus abraços
E nada ter, apenas imaginar


São assim meus sonhos! Ao sonhar

Sinto que afloram meus devaneios
Se manifestam todos os meus anseios
Penso em noites inesquecíveis, juras ao luar...


Jantares à luz de velas

Orações e preces numa capela
Paz...graça...enlevo...ternura!


Sonhar com o amor! Sonhar contigo!

Viver de sonho! Insanidade ou castigo?
Amar! Te amar...uma deliciosa loucura!




Walter Pereira Pimentel

11 comentários:

Multiolhares disse...

Por vezes não passa mesmo de sonho, pois a realidade da viva é bem diferente
beijinhos

HSLO disse...

Amar, Amar e Amar...eu to vivendo isso...nossa.

Abraços


Hugp

Gato Guga disse...

Neide, vim cá agradecer por sua visita e por estar seguindo o blog. Fiz o mesmo em retribuição e especialmente porque curto muito blog temáticos de imagens.
Também porque somos da mesma terra.
Moro em Sampa há 30 anos quase mas sou de Recife/Olinda/Bairro Novo/Casa Caiada/Rio Doce/Pina/Janga/Marinha Farinha, você entende tudo isso, né mesmo. Voltarei aqui para me deliciar com suas fotos e textos.
Beijo amigo

Anita disse...

Existem, as pessoas que são maravilhosamente amigas.
Uma amiga doce como o mel de uma flor que desabrochou numa estrela e que veio até nós num lindo sonho!
E ainda bem que são amigas, porque flores, estrelas ou sonhos, mais cedo
ou mais tarde, terminam... Mas a amizade... A amizade verdadeira não termina nunca...

Um abençoado fim de semana.
Beijinhossss
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Andresa disse...

Neide obrigada por sua visita....
Amar é sempre uma loucura...
em dose certa.

Um grande abraço
Andresa Araujo / Bibiba

Branca disse...

Adoro essa loucura que é amar...


Excelente fim de semana amiga...bjo carinhoso!

EDUARDO POISL disse...

Ninguém tem culpa
Daquilo que não fomos
Não ouve erros

Nem cálculos falhados

Sobre a estipe de papel;
Apenas não somos os calculistas
Porem os calculados

Não somos os desenhistas
Mas os desenhados
E muito menos escrevemos versos
E sim somos escritos

Ninguém é culpado de nada
Neste estranhar constante
Ao longe uma chuva fina
Molha aquilo que não fomos...

Autor: Desconhecido
Um lindo final de semana com todo carinho para você.
Abraços

Cris Animal disse...

Oi Neide...
Vindo conhecer seu canto....rs
Esse amar entre o real e o sonho. Entre o que há em nossas mãos e aquilo que guardamos no coração e que ningupe, vem. Esse amar intenso.
Só a m a r !

beijos

Helinha disse...

Ai...

Quando fica só no sonho, além de loucura é uma tortura, ne??

=(

Fazer o que, se somos umas loucas mesmo...?

^^

Beijos!!!

apaixonado disse...

Ah se todas nossas loucuras fosse de amor, seria perfeito bela poesia bjos Caio

Alda do Crítica disse...

Pois é, ontem quando eu coloquei uma música e um txto no blog dedicado ao meu grande amor, o referido disse "você é maluquinha" concordo contigo Neide. Amar é a mais doce loucura possível de viver sem arrepndimentos.
Sou feliz Neide !

E creio que é para sempre.

Beijo
Alda