segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Proposta do Olavo do blog Traços de um homem.

"Conte aos amigos sua comemoração marcante "

Então, dentre tantas, uma vai ficar marcada, pelo susto e pela vitória. Vamos a ela.

Meu pai 86 anos tem mal de Parkinson,não tremia muito porque foi descoberto muito cedo por isso fazia tudo sozinho, um dia quis ir ao médico e a médica mandou trocar o remédio, o único indicado pra essa doença, achando que por ele não tremer a doença tinha sido diagnosticado errado, a família não queria que ele mudasse, falamos, mas meu pai sempre teve a cabeça dura, quando cisma com uma coisa é difícil mudar... Então não teve jeito, trocou o remédio certo pelo errado da doutora que só tem o diploma, se é que não foi comprado, k. Resultado, com 4 dias da mudança já vimos a piora nele, não andava direito, não falava bem, sentava caindo das cadeiras, não comia sozinho mais e caía da cama quando ia se levantar sozinho, passou a ficar completamente dependente de todos. Banho? Era um trabalho pra levá-lo ao chuveiro, minha mãe ficava com ele e coitada também já
com a saúde não muito boa tinha que agüentar o peso dele... Um desses dias, das quedas, não consegui levantá-lo sozinha, minhas costas já não agüentavam mais seu peso, passamos todos a adoecer junto com ele, meu irmão me ajudou e quando conseguimos colocá-lo na cama levamos o maior susto, ele não se movia, não abria os olhos e estava pálido, a única coisa que dava pra notar era sua respiração, eu queria processar a médica, mas não deixaram, Deus sabe o motivo de não me deixarem fazer isso, mas minha vontade era ir lá e falar da incompetência dela.
Aos poucos ele foi voltando, mexeu a mão, abriu os olhos, fraco, sem forças, olhei o relógio e decidi dá a ele o Prolopa, remédio certo pro mal, jogamos o da incompetente e ele foi melhorando, ainda passou uns dias sempre amparado por todos, hoje, com a graça de Deus faz tudo sozinho, mas passou a tremer e a andar com passos miúdos... Fui milagre de Deus mesmo porque no estágio que ele chegou não pensávamos que ia ter volta, pelo contrário, achávamos que íamos perdê-lo.

Ontem fui um dia para comemorar não só o dias dos pais, mas a volta dele pro seio da família.

13 comentários:

Tatiana disse...

É tão difícil ver quem amamos e nos deu a vida ficar numa situação assim não é?
Mas Deus fortalece a todos... pois em nosso coração o amor é uma fonte inesgotável!
Vim apreciar e aproveitar para te desejar uma semana muito especial!

Um beijo carinhoso

Olavo disse...

Que bom que ele se manteve..é a força da vida graças a Deus..
Beijos

Dri Viaro disse...

Nossa amiga, deve ter sido uma batalha mesmo né?
Mas o Deus maravilhoso trouxe seu paizinho de volta, Glórias à Ele.
bjsss

Bandys disse...

Neide,
Deus sempre age quando temos esperança e fé. Que linda sua história. Fiquuei comovida.
Meu morreu quando eu tinha 15 anos
mas aprendi cedo que não somos eternos e que Deus rege a orquestra e nos somos meros instrumentos.

Beijos e uma terça de paz!
☺ ☺

João disse...

Infelizmente médicos(as) assim há por todo o lado um pouco. O importante é que seu pai consegui com a ajuda de vcs e de Deus recuperar do efeito do medicamento errado.
Bjinho muito grande e fé em Deus...

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Neide.

Eu acho que dava um soco na cara dessa médica!!!

Mas graças a Deus, seu pai encontrou forças para se recuperar e todos juntos celebraram mais um dia dos pais maravilhoso.

Que bom que apesar dos pesares ele está aí, vivo e forte, dando alegrias e uma lição de vida!!! :-)

Linda história!!



ÓTIMA SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Fico feliz que seu pai tenha melhorado,muito triste ver os que amamos numa situação como esta!

De doutores como esta médica os hospitais estão repletos!!

Eu como muito pouco,então preciso beliscar uma coisinha a toda hora.Um dia fui ao médico,por rotina,mas esperei muito e já era hora do almoço e daí fiquei um pouco trêmula.O Doutor então diagnosticou,sem exame algum,mal de Parkinson e me receitou levedopa que tomei acreditando nele.Como não tinha nada,graças a Deus,passei muito mal ,fiquei meio boba e suspendi o remédio.Até hoje não sinto nada,basta me alimentar corretamente.Só para mais uma ilustração da incompetência de alguns médicos!

Desculpa o desabafo!!

Beijos e saúde para o seu pai!

Sonia Regina.

Anita disse...

Que teu dia seja como a natureza. Protegido pela luz divina, orientado pelos anjos e abençoado por Deus!
Desejo-te um dia radiante repleto de surpresas agradáveis...


Amiga que post lindo.
Deus faz milagres sim e eu por experiência própria posso dizê-lo.

Beijos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

EDUARDO POISL disse...

De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!

Fernando Sabino

Hoje passei pra deixar um poema para refletir e desejar uma semana linda com muito amor e carinho.
Abraços.

Unseen Rajasthan disse...

Great post...Worth Reading..Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

Sonia Schmorantz disse...

Que Deus os proteja e os conserve em saúde...
beijos

Anita disse...

Eu fico muito feliz ... quando vejo o teu recadinho na minha página.
Venho retribuir e desejar um dia abençoado!
Beijos.
fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Helinha disse...

Que história emocionante, querida...

Tem que se comemorar mesmo, demais, o restabelecimento de quem a gente ama tanto!!

Um absurdo o que alguns médicos fazem, receitam remédios sem maiores certezas do diagnóstco!! Já passei por situações de erros médicos que me deixaram muito brava, felizmente nada muito grave... mas que poderia ter sido!!

Beijos, querida!!