quinta-feira, 2 de abril de 2009

SONHO


Não quero ser mais um sobrevivente
Quero ter vida de gente
Decente !
Quero afeto
Quero um teto
Um chão de concreto !
Não quero viver de caridade
Quero oportunidade
Dignidade !
Não quero ficar parado
Quero trabalho fichado
Um ordenado !
Não quero pranto
Quero canto
Encanto
Não quero violência
Quero paciência
Clemência !
Não quero apenas sonhar
Quero concretizar
Realizar !
Não quero morte
Quero vida
Quero sorte !
Mena Moreira

15 comentários:

Nuno G. disse...

poema actualissimo neste tempo de crise...
gostei.

www.minha-gaveta.blogspot.com

Pelos caminhos da vida. disse...

Devemos sempre sonhar,um dia concretizamos todos.

beijooo.

Pena disse...

Linda Amiga:
Fez-me emocionar pela sua pureza e beleza num magistral poema sensível e doce. Repleto de significação que entendi.
Merece uma felicidade imensa pela terna mensagem inerente ao poema.
Fá-lo com intenções concretas de intenso valor pessoal, social e humano.
As palavras "respiram" encanto. Arte.
Um fantástico texto de elogiar. De arrebatar. A "sorte?" Há-de surgir. Só pode!
Beijinhos de respeito imenso.
Sempre a admirá-la e a considerá-la

pena

Feliz Páscoa junto dos seus.

Luis Portugal disse...

Olá Neide
Bonito poema que faz a diferença entre um "bicho" e a "gente".
Que é feito de si minha amiga?
Sinto falta dos seus "beijinhos"... eheheh, não leva a mal, tá?
Tenha um Bom Dia e com certeza um Bom Fim de Semana.
Beijinhos

JC disse...

Olá Neide!
Este poema faz-me lembrar a vida de um emigrante. Alguém que procurou outro país na expectativa de encontrar melhor vida e, de repente , aquilo que encontrou foi um trabalho que não era aquele que lhe haviam prometido, uma casa, que não era uma casa, antes uma barraca que não tinhas as mínimas codições de habitação, uma legaização que não encontrou e que também lhe havia sido prometida, logo mais um trabalhador clandestino. Enfim, um mundo de promessas não concretizadas. Um sonho idelizado. Um sonho desfeito.
Beijinhos

Avassaladora disse...

Fazer um protesto em forma de poesia!

Uma realidade cruel, que assala nosso país!
Quando o ser humano perde a dignidade, perde tudo!
E isso está acontecendo "neste Pais", de ponta a ponta!

Parabés por essa bela postagem!
Vc soube escolher!

Beijos e carinhos!

Tatiana disse...

Agradeço a visita Neide...
E as palavras deixadas...
Mas acima de tudo agradeço o seu carinho!
Um belo final de semana para você e para todas as pessoas que estão em seu coração!

Um beijo carinhoso

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Branca disse...

Todos merecem viver com dignidade!

Bom fim de semana Neide...bjo carinhoso!

Pena disse...

Estimada Amiga:
Não! Um dia viverá feliz e descansada consigo e com a vida.
Têm lhe provocado "mossas" injustas, pois, é uma pessoa sensacional.
Acredite, que melhores dias virão.
Maravilhado pela sua imensa sensibilidade poética....
Beijinhos amigos de um respeito gigantesco.
Acredite, POR FAVOR!

pena

Bem-Haja, amiga!

Sonia Schmorantz disse...

Também quero tudo isso...mas quero também que tenhas um lindo final de semana.
beijo

Luis Portugal disse...

Neide, olá:))
Ó miga, eu tenho deixado mensagem no seu blog, apenas houve um dia que não, foi no dia que fui ao Dr. Por vezes também me enviam mensagens e eu não as recebo.
Já (falei) com a menina Neide hoje, apenas escrevo isto para ver se chega aí ou not.
Beijinho

Marta Vasil disse...

O sonho da vida de qualquer um de nós, onde a actualidade entra em grande no teu poema.

Beijinho e bom fim de semana.

MV

João Reis disse...

Quanta gente não terá esse mesmo sonho. Pudera que todos o realizem um dia. Parabens pelo poema.
Boa semana
Bjinhos

Estela disse...

Lindo poema. É de uma singularidade sem par.
Bjs.