terça-feira, 10 de março de 2009

ÚLTIMO DESEJO

Há vinho em tua roupa
Há vermelho em tua boca
Há em mim essa vontade louca
De beber-te e saciar-me
Com teu vinho
De beijar-te a boca
Rasgando-te a roupa
Pra derramá-la, líquida e fria
Sobre mim
E ficar ébrio
De vinho e de amor
E morrer assim.





J.C. Marinho

10 comentários:

Olavo disse...

Lindo...e de amor e morrer assim...
eu morreria feliz assim rs
beijos

Luis Portugal disse...

Olá Neide
Sim senhora, hoje primou uma vez mais pelo bom gosto.A morrer por morrer, pois que a morte seja assim:)
Neide, minha querida amiga, quão feliz me deixou com sua mensagem, tenho as palavras aqui dentro bem guardadinhas e um muito obrigado.
Já estou de volta e pronto para outra, irra, haver se não!
Guardarei aquela rosa em sua Honra!
Tenha um Santo dia, obrigado por tudo.
Beijinhos

JC disse...

Morrer por amor. Este poema lembrou-me. O rei D.Pedro e Inês de Castro. Como sabes ela morreu por amor e depois de morta foi coroada rainha por D.Pedro.
Se alguma vez puderes ler o livro "Inês de Castro" de faustino da Fonseca, aconselho-te.
Beijinhos

Serena Flor disse...

Minha querida, passando pra dizer que meu pc tá dodói e ficarei ausente por tempo indeterminado ok?
Assim que tudo estiver resolvido volto a te visitar e pra matar as saudades!
Um beijo enorme!

Idaldina Martins Dias disse...

Querida amiga, que bonito poema!
Lembrou-me uma canção do Charles Aznavour - "Ay! Mourir pour toi". Aqui vão duas quadras:

Ay! Mourir pour toi
A l`instant où ta main me frôle
Laysser ma vie sur ton épaule
Bercé par le son de ta voix

Ay! Mourir d`amour
T`offrir ma derniére seconde
Et sans regret quitter le monde
En emportant mon plus beau jour

A canção é linda. Vou tentar encontrar um vídeo e ponho no meu blog.
Beijos, beijos
Idaldina

tossan disse...

Lindo poema! Se vtu repararares na minhas postagens antiga verás que o meu estilo pra falar de amor é quase este. Quer dizer, memos, não é? Escolhestes bem! Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Que lindo amiga.

beijooo.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver

(Vinícius De Moraes/tom Jobim)

Desejo a você um resto de semana maravilhoso
Abraços. Eduardo Poisl

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Neide.

Lindo poema. Uma forma suave e bela de partir... feliz! :-)

BOA NOITE E BONS SONHOS!!!

♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥

Violeta, disse...

Neidinha, poema elegante, simplesmente belo...
Passo e deixo pra você sempre o verbo Amar.

Bjss em seu romântico coração.