sexta-feira, 28 de novembro de 2008

FELICIDADE



Felicidade, palavra tão difícil de definir.
É tão grande e ás vezes cabe num simples sim que a gente deseja
Depois de tanta procura de ilusões e sonhos vãos
Achei finalmente a aventura
Sorrindo... Mas noutras mãos.
Tenho ciúme profundo de todo mundo querido
Tenho medo que esse mundo roube o meu mundo – você!

Gostar é o verbo mais difícil de conjugar
Poucos o conseguem num tempo somente
Com você conjuguei-o em todos os tempos e pessoas,
Até mesmo no futuro.

7 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Sempe bom testemunhar relato vindo da felicidade.
Cadinho RoCo

wander disse...

Neidinha, estou na casa de Wellington mexendo no seu cp, ele me mostrou seu blog, achei-o legal e te deixo um recado: se você quizer alguém para ser só seu, é só não esquecer. Estarei aqui sempre a te esperar. Você já sabe disso, não é ? Acho que sua beleza não está nas coisas que faz e sim nas coisas que seu interior possui. Adorei este seu texto, é lindo, e o fim desta "Felicidade" sou eu dizendo isto pra você. Um baita beijo no seu amado coraçao.

Serena Flor disse...

Que lindo minha querida!
Amor...infinito amor...aiai!
Obrigada pelo carinho e pela visita minha linda.
Beijos e um Domingo muito feliz!

Cadinho RoCo disse...

Pra ser feliz nem é preciso tanto. E com uma camiseta alegre aí sim é que atraímos a felicidade com força
Cadinho RoCo

tossan disse...

Felicidade são momentos, cabe a nós aproveitarmos. O futuro? Só depende das nossas atitudes, somos os reposáveis. O mundo é grande. Gostei da poesia. Bj

Bill Stein Husenbar disse...

Maravilhoso.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Amiga, fgostei da poesia... A felicidade para mim é um estado de Alma, um conceito muito vasto!... Gostei!

Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha