quinta-feira, 2 de julho de 2009

MEU ADORMECER


De repente me desperto na fria madrugada
e meus lábios, semi-adormecidos,
murmuram o seu nome...
Meu coração se assanha feito criança
E começamos a brincar de não querer dormir.
Meu corpo repousado na escura solidão...arde...
E minhas mãos, trêmulas de desejo,
Procuram em vão, lhe tocar.
Apenas "ecos" de sua doce voz
parecem vir por debaixo dos lençóis
me chamando de AMOR.
Abraço-me ao travesseiro e adormeço.
Adormeço sempre
para quietar esta louca saudade
Que pela manhã
Se encarrega de me acordar!!!




Gilberto Vaz de Melo

14 comentários:

mundo azul disse...

___________________________________

Mesmo ausente, sonhar com nosso amor é muito bom!

Beijos de luz e um dia muito feliz, Neide!

__________________________________

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Neide.

Só nos resta adormecer para cessar a saudade de um amor.

Linda poesia de Gilberto.

Bela escolha!

************


Um pensamento para o fim de semana:
"O amor, não são palavras que se dizem ao acaso e sem pensar,
são outras que se sentem ao sorrir ao abraçar..."







BOM FINAL DE SEMANA!




♥.·:*¨¨*:·.♥ Beijos mil! :-) ♥.·:*¨¨*:·.♥




http://brincandocomarte.blogspot.com/

___________________________________

Olavo disse...

E como doi esta ausencia..
Bom final de semana
Beijos

João Reis disse...

Bom fim de semana Neide, tudo de bom para voçe. Adorei seu adormecer. Belo poema.
bjs

Anita disse...

Olá amiga bom dia, eu fico tão feliz...quando vejo teu recadinho na minha página que venho retribuir e desejar um fim de semana abençoado.

Beijos.
Tenho tido alguns problemas na net e por isso não tenho vindo aqui mais vezes.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Bandys disse...

Oi Neide,

Abraço-me ao travesseiro e adormeço.
Adormeço sempre
para quietar esta louca saudade
Que pela manhã
Se encarrega de me acordar!!!

Bela escolha, lindo mesmo!

Beijos

Alda do Crítica... disse...

Venho te convidar a ler um post que coloquei no Maresias http://timoneiro-indignado.blogspot.com , eu posto lá nos sábados.
Deixo um beijo e bom fim de semana, quero saber da recuperação se está tudo bem.
Bjs
Alda

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

“O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.
E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.”

(Fernando Pessoa)

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços

VISITE TAMBÉM O MEU NOVO BLOGGER UMA ILHA PARA AMAR

Candinho Anjo disse...

Boa tarde apaixonada amiga Neide.

Eita! Saudade danada que mesmo

tendo acabado de sonhar

com o ser querido, ainda assim ela

vem te lembrar.

Bem, desejo que este novo amor

realmente seja o que você

mais quer na sua vida.

Seu Blog continua como a sua

cidade... Belíssimo!

Beijos.

Pena disse...

Oh, Linda Amiga:
Estou longe de casa, peço desculpa.
Só VOCÊ poderia escrever este delicioso e terno poema deslumbrante de pureza e beleza imensas.
Fantástico. Parabéns sinceros. Adorei.
Não posso extender-me muito.
Tudo de maravilhoso, sim, amiguinha fabulosa e meiga?
Beijinhos...


pena


Linda...!

Laguardia disse...

Não sou jornalista nem escrito. Sequer escrevo bem. Sou aposentado. Meu imposto de renda é retido na fonte pelo INSS. Já nosso querido apedeuta tem sua receita de INSS como anistiado político acima do teto do INSS livre de IR.
Minha forma de lutar contra os desmandados implantados por este governo corrupto no Brasil é através de um blog http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/
Gostaria de contar com a presença e dos comentários das pessoas de bem que não se conformam com a desonestidade, a falta de ética e a corrupção em nosso governo.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá Neidi bom dia para ti.

Graças por tua visita a meu blog que adorei.

Muito lindo este poema amiga, o que dizer mais dele?

Tem uma doçura muito especial na forma em como está escrito.

Adorei esta parte:

Abraço-me ao travesseiro e adormeço.
Adormeço sempre
para quietar esta louca saudade
Que pela manhã
Se encarrega de me acordar!!!

É como uma magia que está em nós que nos faz despertar daquilo que muita vez sentimos.

Parabéns amiga por esta bela escolha tua que nos ofereceste.

Bjos e um bom Domingo te desejo cheio de felicidades..

Rabiscando disse...

Adormecendo não há saudade só a presença em sonhos.

Parabéns pelo blog e pelo belo poema.

1 beijo!

manu disse...

Passando para desejar uma ótima semana!

Bjs